Violão - Luciano Bittencourt - www.falamaestro.com.br

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Dicas & Toques
Quer aprender a tocar violão ou guitarra?

Luciano Bittencourt – músico, mestre em violão e guitarra.
 
1.   Como saber se uma criança tem “talento” para tocar violão ou guitarra?
R. Na verdade, basta a criança querer. Toda criança em que nela desperta a vontade de tocar violão ou guitarra, deve ter a oportunidade de aprender e, com certeza, conseguirá. Com o passar do tempo veremos se tem um grande talento ou apenas tocará o instrumento de forma simples, pois como disse o mestre, na música você precisa de 90 por cento de transpiração e 10 por cento de inspiração.   

2. Com quantos anos é adequado para uma criança iniciar os seus estudos no violão ou da guitarra?
R. A idade ideal para um aprendizado regular de guitarra ou violão é a partir dos 6 anos, pois a partir dessa idade a criança consegue segurar melhor o instrumento e se concentrar nas lições.

3. Como deve ser iniciado o estudo para se tocar violão? Aprende-se primeiro os acordes ou existe algum outro caminho mais adequado?
R. Existem vários métodos. Na minha opinião, o melhor seria a criança aprender os acordes com suas formações básicas, sempre aplicada à uma música que já conheça, pois a incentivará a estudar.

4. Quais seriam os ritmos mais fáceis de se executar no violão?
R. Os mais fáceis são os ritmos em compasso quatro por quatro, como rocks, baladas, etc...

5. Quais são as diferenças no estudo de violão em relação com os estudos para se tocar guitarra?
R. No início, os estudos dos dois instrumentos são iguais, aprendendo acordes, etc... Quando o aluno atinge um nível mais avançado as técnicas se diferem um pouco. Na guitarra os estudos são feitos, à princípio, utilizando a palheta, com power cords e escalas, etc... No violão utilizamos “levadas” de mão direita e chord melod. O interessante é que atualmente os estudos dos dois instrumentos se fundem juntamente com suas técnicas.

6. Para se tocar violão é necessário estudar teoria musical?
R. Sim, a teoria musical é para todos os instrumentos.

7. Quais são as maiores dificuldades no estudo do violão?
R. Bom, eu diria que depende muito do estilo musical que você escolhe, pois cada um tem sua dificuldade específica.

8. Qual seria o tempo mínimo para alguém se dedicar diariamente ao estudo do violão ou da guitarra para ter uma boa evolução no aprendizado?
R. Eu considero um tempo mínimo de 4 horas concentrado no instrumento. É importante dizer que você precisa programar bem os seus estudos para uma evolução mais rápida e eficiente, sempre orientado por um profissional.

9. Ter unhas compridas em alguns dedos ajuda para se tocar violão?
R. Sim, principalmente em alguns estilos como: bossa nova, samba e música erudita.

10. Para quem é canhoto, o que muda no estudo do violão ou da guitarra?
R. Não muda nada, basta apenas adquirir um instrumento apropriado.

11. O que você diria para quem pretende aprender a tocar violão ou guitarra?
R. Primeiro, toque sempre com muito amor e coloque a música em primeiro plano, estude, estude, faça todo seu estudo ser o mais musical possível. E nunca desista, pois a recompensa para quem ama música, está no fundo do coração!

12. Qual é o campo de atuação profissional para um violonista?
R. Hoje em dia melhorou muito a diversidade profissional do músico, podendo lecionar em escolas públicas, particulares ou pela internet, trabalhar como músico de estúdio em gravações de diversos estilos, side man, ou seja, músico de palco, acompanhando artistas. Atuar como compositor, arranjador, além de gravar seu próprio CD e ter a sua própria banda.

13. Você gostaria de deixar algum contato (site, e-mail, etc) para eventuais contatos de interessados?
R. Sim, meu email é lucianobittencourt@ig.com.br, pelo facebook luciano bittencourt ou pelo trio instrumental do qual faço parte, Julio Bittencourt Trio, que também possui face.
 
 
Luciano Bittencourt – mestre em Guitarra e Violão.

Bacharel em música pela Faculdade Santa Cecília – reconhecida pelo decreto federal número 80.617 de 26 de outubro de 1977, estudou Harmonia Funcional e Improvisação durante 6 anos com o Mestre Mozart Mello, guitarra jazz com Djalma Lima e Cláudio Celso, Violão com Juarez Lopes, Arranjo com Aloísio Pontes e Regência pelo Conservatório Dramático e Musical “ Dr. Carlos de Campos” de Tatuí – SP.

Atuações:
· Conjuntos de baile (8 anos tocando por todo sul de Minas, interior de São Paulo e sul fluminense);
· Turnê pelo Brasil com os cantores do programa FAMA da Rede Globo - Rodrigo e Lívia;
· Shows nos EUA acompanhando músicos como Ron Miller, Ben Champion e Gary Keller;
· Festival de Inverno de Campos do Jordão, Cascavel Jazz Festival, Savasi Festival (Belo horizonte) e Penedo Winter Jazz Festival, festival de jazz Cuiabá – MT entre outros.
· Palestras em faculdades - UNISAL, FATEA;
· Guitarrista da Big Band da cidade de Lorena SP;
· Acompanhou em Workshops e shows músicos da importância de Mozart Mello, Roberto Sion, João Cristal, Hector Costita, Paulo Moura Cláudio Celso, Leo Ganderman, Idris Boureua, Gesse Sadoc e Álamo Leal entre outros.
· Shows com o Julio Bittencourt trio em todo Brasil e exterior;
· Atua como músico e arranjador de estúdio.
 
Busca
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal