Gretchen - Uma pessoa muito especial - www.falamaestro.com.br

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Fala, Maestro! > Parte 2
 
GRETCHEN: Uma pessoa muito especial!
 

Ela  é uma mulher de coragem.
 
Sua força está na sua arte, na sua forma de enxergar a vida e na ousadia que demonstra em todos os seus caminhos.
 
Tive a oportunidade de entrevistá-la em diversos momentos de minha vida como apresentador e repórter. Vou relembrar alguns momentos para contar para você.
 
O meu primeiro contato foi de uma forma diferente das vezes que a entrevistei.
 
Eu havia feito um contato com um clube no interior de São Paulo, na cidade de Santa Bárbara D’Oeste. O clube queria uma grande atração um show.
 
Sugeri Gretchen e o aceite foi imediato. Gretchen estava no início de sua carreira e já fazia um sucesso incrível!
 
Fiz o contato com o empresário de Gretchen e, tudo ajustado, no dia do show, lá fui eu com a minha Brasília levá-la para o tal show.
 
Gretchen sentou-se no banco da frente e no banco de trás foi a sua mãe e um produtor dela.
 
Acho que deve ter sido a Rodovia Anhanguera a estrada que íamos.
 
De repente, Gretchen perguntou se podia ligar o rádio. Eu disse que sim e aí foi que eu me lembrei que a antena estava abaixada (Naquele tempo a antena era externa e era comum se abaixar a antena, quando o carro estava estacionado).
 
O carro estava talvez a 100 km por hora? Seria isso? Acho que sim.
 
Gretchen não pensou duas vezes. Abriu a janela do carro, sentou-se na mesma e habilmente levantou a antena do rádio da Brasília.
 
Eu confesso que senti o meu coração a mil por hora pelo risco de acontecer um acidente, ela cair para fora do carro, mas Gretchen com a maior tranquilidade fez a tal ação e, voltando a sentar-se no banco do carro, ligou o rádio e todos nós fomos ouvindo a programação musical da emissora sintonizada.
 
Por que conto este fato?
 
Para mostrar a força e a coragem de Gretchen que surpreende a muitas pessoas, acostumadas apenas a repetir o que todos já fazem, sem ousar.
 
O meu segundo contato com ela foi em um programa piloto para TV que eu fazia. Júlio Cesar, um grande amigo, ajustou o espaço para a gravação. Na época, o hotel chamava-se Lorena, na Avenida Rebouças.
 
Gretchen, coincidentemente, ia fazer um show neste dia no hotel e Júlio Cesar falou com ela que, gentilmente, aceitou ser a entrevistada neste programa piloto.
 
Esta atitude de aceitar participar de um programa piloto de um jovem iniciante que tentava fazer TV mostra também a postura amiga de Gretchen, atendendo a um pedido que, para outros grandes artistas talvez, pudesse parecer uma perda de tempo.
 
Ela aceitou e concedeu a entrevista com o maior carinho e atenção.
 
Passado um bom tempo, eu já atuava como repórter do Programa Mulheres, da TV Gazeta. Fui escalado para apresentar um show de Gretchen, “ao vivo”, em cima de um trio elétrico, em pleno Viaduto do Chá, em São Paulo, no dia 16 de Março de 1998.
 
Nem preciso dizer que o Viaduto do Chá ficou completamente interditado com o show...
 
As pessoas se aglomeravam, cantavam e dançavam com uma Gretchen que, ao lado de Thammy, da Banda Recifolia e do Trio Elétrico Sol Nascente, ousava novamente cantando axé e outros ritmos brasileiros.
 
Maria Odete Brito de Miranda, a nossa querida Gretchen, além de colecionar sucessos interpretando “Freak Le Boom Boom”, “Conga Conga Conga”, “Melô do Piripiri”(Je Suis La Femme), entre tantos outros, coleciona grandes vitórias em toda a sua vida.
 
Neste texto, a minha homenagem a esta mulher de muita fibra, força, coragem e ousadia.
 
Quero convidar você que me acompanhou nestas lembranças a assistir o show que Gretchen fez neste evento no Viaduto do Chá. Segue abaixo o link:

 

 
Acompanhe também Gretchen no seu canal no youtube pelo link:

 

 
Um forte abraço!

 
Maestro Sergio Valério
 
Busca
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal