Violão - Flávio Véspero - www.falamaestro.com.br

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Dicas & Toques
 
Flávio Véspero - Violão

 
 
1. Como saber se uma criança tem “talento” para tocar violão?
 
R. Quando uma criança tem o desejo de tocar um instrumento ou o violão é importante fazer uma avaliação voltada para o seu desenvolvimento psicomotor. Através da musicalização é possível oferecer um aprendizado prazeroso que auxilia e ajuda no processo de tocar um instrumento.

 
2. Com quantos anos é adequado para uma criança iniciar os seus estudos no violão?
 
R. O ensino de violão ”tradicional” indica o ensino a partir dos 7 anos, quando a criança está iniciada na alfabetização. Há casos e casos. Tem crianças que podem iniciar um pouco antes ou depois. Existem as que iniciam antes dos 7 anos, porém o aprendizado será um pouco mais lento. De acordo com os meus estudos e vivência, aconselho a criança iniciar o aprendizado do violão entre os 9 e 10 anos.

 
3. Como deve ser iniciado o estudo para se tocar violão? Aprende-se primeiro os acordes ou existe algum outro caminho mais adequado?
 
R. Primeiro passo: Explicar um pouco a história do instrumento.
 
Segundo passo: Apresentar as notas musicais no pentagrama e como são feitas no instrumento.
 
Terceiro passo: Apresentar os acordes e ritmos para treino.
 
Quarto passo: iniciar o treino com músicas simples.

 
4. Quais seriam os ritmos mais fáceis de se executar no violão?
 
R. É importante começar com os ritmos mais simples como: Marcha; valsa, canção, pop, etc...

 
6. Para se tocar violão é necessário estudar teoria musical?
 
R. Sim. A teoria é muito importante para o aprendizado de um instrumento, independente se o estilo for erudito ou popular. A teoria e a prática caminham juntas.

 
7. Quais são as maiores dificuldades no estudo do violão?
 
R. As maiores dificuldades são:
 
No desenvolvimento prático do instrumento são os ritmos e a execução dos primeiros acordes, pois é necessária uma certa coordenação motora, que será adquirida com o tempo e com muito treino. Na parte teórica é saber conciliar a leitura das notas com o instrumento.

 
8. Qual seria o tempo mínimo para alguém se dedicar diariamente ao estudo do violão para ter uma boa evolução no aprendizado?
 
R. O tempo mínimo pode variar. Eu aconselho no início 30 minutos diários, que podem ser divididos entre manhã, tarde e noite, aumentando gradativamente, pois quanto mais tempo tiver de treino, mais rápido será o seu desenvolvimento e entendimento.

 
9. Ter unhas compridas em alguns dedos ajuda para se tocar violão?
 
R. Sim. Nos dedos da mão direita (destro) e se for canhoto da mão esquerda. Dedos: Indicador, médio, anelar e mínimo.

 
10. Para quem é canhoto, o que muda no estudo do violão?
 
R. Para o canhoto depende da adaptação do mesmo. Pode-se aprender como destro (sem alterar a posição das cordas) ou trocar as cordas de posição (tocar em violões adaptados) ou ainda virar o violão (sem trocar as cordas de posição).

 
11. O que você diria para quem pretende aprender a tocar violão?
 
R. O meu conselho, para quem pretende iniciar no estudo do violão, é ter muita paciência, ou seja, não querer resultados muito rápidos, não desanimar nas primeiras dificuldades e dedicar-se diariamente ao estudo do instrumento.

 
12. Qual é o campo de atuação profissional para um violonista?
 
R. Um violonista tem um campo vasto: show solo; orquestra; banda; grupo de vários gêneros; acompanhar cantores; músico de estúdio; música para teatro; professor de violão, entre outros.

 
Contatos:
 

 
e-mail: flavesp@uol.com.br
 
Tel.: (11) 4109-6246 (11) 9.9174-7928
 

 
Busca
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal