Entrevistando Cauby Peixoto - www.falamaestro.com.br

Busca
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Fala, Maestro! > Parte 2
ENTREVISTANDO CAUBY PEIXOTO

Ele era e continuará sendo um dos maiores cantores brasileiros de todos os tempos.
Cauby tinha, além da grande voz, um timbre especialíssimo, uma interpretação brilhante, uma divisão rítmica impecável e uma performance magistral em palco.
Todas estas qualidades somadas a uma elegância ímpar no tratar com as pessoas.
Quero contar uma passagem muito marcante em minha vida onde tive a oportunidade de entrevistar Cauby.
Eu apresentava o Programa “Noite Adentro”, na Rádio Capital, com a direção do meu querido e saudoso amigo Jair Brito.
Jair Brito me escalou para apresentar o programa no dia do aniversário da cidade de São Paulo diretamente do Bar Brahma, que fica nas proximidades da famosa esquina da Avenida São João com a Avenida Ipiranga.
Nesta noite, em 2005, o show seria de Cauby Peixoto.
Quer missão melhor do que entrevistar o grande Cauby?
É claro que fiquei imensamente feliz com a tarefa confiada e lá fui eu com a equipe técnica da Rádio Capital para o Bar Brahma.
No horário combinado acessei o camarim de Cauby que me cumprimentou com um sorriso e disse:
- Professor, estou ao seu inteiro dispor para a entrevista. (Cauby costumava ter, em alguns momentos, esta forma elegante de dirigir-se às pessoas).
Realizei a entrevista e ele de forma muito simpática respondeu a todas as perguntas.
Saí do camarim feliz da vida! Havia entrevistado Cauby Peixoto e, ainda por cima, no dia do aniversário de São Paulo!
Ao sair, recebi o contato do técnico que me disse:
- Sergio, aconteceu um problema técnico e a entrevista não foi ao ar!
Perguntei:
Mas, pelo menos a entrevista foi gravada, certo?
Ele balançou a cabeça e respondeu:
- Não. Infelizmente, não! Será que você consegue fazer a entrevista de novo?
Pensei com os meus botões:
- Puxa vida! E agora? Será que ele daria uma segunda entrevista?
Não pensei duas vezes e lá fui eu, microfone na mão, entrando novamente no camarim.
O segurança já foi me avisando:
- Olha, ele já vai entrar para fazer o show! Não vai dar...
Como eu sempre fui daqueles que acredita que até o último segundo da partida, é possível virar o jogo, respondi:
- Legal, mas vou tentar. Pode ser?
O segurança sorriu e concordou.
Cauby estava a poucos metros da entrada do palco.
Cumprimentei-o de novo e disse:
- Cauby, tivemos um problema técnico e a entrevista não foi ao ar. Você poderia fazê-la de novo?
Ele, com a sua elegância e simpatia, simplesmente, respondeu:
- É claro, professor!
Fizemos a entrevista e ela, por sinal, ficou melhor ainda que a primeira! Em nenhum momento Cauby demonstrou pressa em querer finalizá-la.
Quando o apresentador anunciou Cauby Peixoto, a plateia veio ao delírio! Gritos e mais gritos e lá fui eu ao lado de Cauby, fazendo a última pergunta.
Depois da sua resposta, agradeci e disse:
- Bom show, Cauby!
Ele sorriu e entrou no palco cantando “Sampa”, de Caetano Veloso. As fãs de Cauby subiram ao palco neste momento e ele, por muitos compassos, não conseguiu cantar, pois foi literalmente “agarrado” pelas fãs que o abraçaram e o beijaram.
Em tempo! Eu, na verdade, terminei a entrevista já dentro do palco, com ele já cantando.
Este é um retrato perfeito de Cauby Peixoto, um grande artista e um ser humano muito especial.
E o show? Como foi? Sensacional, como sempre!
Se você quiser ouvir a entrevista (esta sim, a que foi ao ar) e o show inteirinho também, com Cauby em suas maravilhosas interpretações, clique no link:


Um forte abraço!

Maestro Sergio Valério
Cauby Peixoto
Foto Divulgação recebida quando da entrevista de Cauby Peixoto para a web revista pet Jornal Animal - www.jornalanimal.com.br
 
Busca
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal